O que é depressão?

Tempo de leitura: 3 minutos

O Brasil é o país da América Latina com maior índice de depressão, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, OMS, referentes ao ano de 2015, 11,5 milhões de brasileiros sofrem com a doença, que afeta mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.

Ainda de acordo com a OMS, a prevalência de depressão e ansiedade está aumentando nos países de baixa renda, devido, entre outros fatores, ao aumento populacional, que ocasiona o surgimento de doenças ou até mesmo do agravamento dos péssimos hábitos de saúde.

Continue neste texto e aprenda mais sobre a depressão!

 

Causas da doença

Conhecida como “o mal do século”, a depressão é uma doença que ainda precisa ser mais discutida. Erroneamente, a doença ainda é associada por muitos como “frescura”. No entanto, ela representa a maior causa de incapacidade no mundo, de acordo com a OMS.

Os números crescentes da doença fazem um alerta da necessidade de conscientização dos perigos da depressão.

A depressão é um transtorno mental causado por fatores psicológicos, genéticos ou sociais. A doença pode ser gerada a partir de situações adversas da vida, tais como separação, trauma, perda de um ente querido, casos de violência física ou psicológica, uso de drogas, remédios e bebidas alcoólicas.

A doença pode atingir pessoas de qualquer idade, no entanto, os casos mais frequentes são diagnosticados em adultos jovens. Essa informação não exclui a compreensão de que a doença também pode se fazer presente na vida de crianças, jovens e idosos.

Inclusive, a depressão atinge consideravelmente um número maior de idosos. Nessa fase da vida, os casos de depressão podem ser resultados de outras doenças da idade, do isolamento causado por limitações físicas ou do afastamento dos familiares.

 

Diferença entre depressão e tristeza

A diferenciação entre depressão e tristeza está na limitação proporcionada pela depressão. A tristeza é uma situação passageira na qual a pessoa continua a sua rotina, sua vida, sem grandes interferências desse sentimento.

Já a depressão é uma doença que paralisa a pessoa, uma tristeza contínua, que gera a falta de perspectiva de vida, o que pode ocasionar casos de suicídio, a relação entre suicídio e depressão é incontestável.

 

Sintomas, tratamento e prevenção

Alguns sintomas da depressão são desânimo, tristeza permanente, perda do interesse em atividades que eram rotineiras, falta de concentração, sentimento de culpa, distúrbios alimentares, problemas respiratórios, inquietação, angústia, baixa autoestima, ansiedade e dificuldades de sono.

Além de afetar a vida pessoal, a depressão também gera a diminuição do bom desempenho na vida profissional e estudantil.  É válido ressaltar que os sintomas não se restringem apenas a esses apresentados.

O tratamento da doença pode consistir em:

  • Psicoterapias;
  • Técnicas terapêuticas que agem no sistema nervoso;
  • Uso de medicamentos psicotrópicos antidepressivos.

A internação do paciente precisa ocorrer quando existem riscos à sua vida ou quando um tratamento mais intensivo for necessário.

Aliada aos tratamentos acima, deve-se fazer uma alteração no estilo de vida, como praticar atividades físicas, sair com os amigos, ficar mais tempo com a família, melhorar a qualidade da alimentação e enxergar a vida de uma maneira mais otimista e esperançosa. O apoio e o cuidado da família também são importantes durante o tratamento.

Essas últimas recomendações também são válidas como prevenção da doença, é importante evitar o isolamento, ter algum hobby, intensificar a fé, sorrir mais e perceber os problemas como passageiros.

 

Uma pessoa não escolhe ser depressiva, a depressão não ocorre porque uma pessoa quer, por ela ser fraca, a depressão é uma doença séria que precisa de tratamento. É imprescindível a procura de tratamento com psiquiatra, psicólogo, terapeuta ou outra ajuda médica!

 

Compartilhe o texto com seus amigos e leve essas informações sobre a depressão para um número maior de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *