É verdade que o fumo pode alterar os resultados dos seus exames?

Tempo de leitura: 1 minuto

Por que são importantes os cuidados pré-analíticos? 

 

Os exames laboratoriais são uma das formas mais usadas e com bons resultados no auxílio aos médicos para chegar à conclusão de um diagnóstico. Por isso, todos os cuidados para que o seu exame seja o mais real possível são necessários e devem sem devidamente cumpridos.  

São vários os fatores que devem ser levados em conta na hora de realizar os seus exames, sendo, importante tirar todas as dúvidas com o seu médico ou com os profissionais do laboratório.  

Tempo de jejum, uso de medicamentos, repouso, consumo de bebidas alcoólicas, exercícios físicos são aspectos que podem alterar nos seus resultados.  

 

O que o fumo pode fazer com o seu organismo? 

O cigarro, como já sabemos, possui muitas substâncias tóxicas para o organismo e provoca muitas alterações neste. Inclusive, alterações na circulação sanguínea e respiratórias. 

A nicotina, que é umas das principais vilãs presentes no cigarro, é a grande protagonista quando o assunto é circulação sanguínea alterada. Outros problemas que o cigarro pode causar são: 

– Doenças respiratórias obstrutivas crônicas como a bronquite e efisema; 

– Cardiovasculares como o infarto e a angina; 

– Câncer, principalmente, nos pulmões; 

– Complicações na gravidez; 

– Impotência sexual. 

 

Quais exames podem ser afetados pelo fumo? 
 

Você não deve fumar, pelo menos, um dia antes de fazer exames como 

 

– Agregação plaquetária; 

– Curva glicêmica; 

– Exames ergométricos. 

 

O cigarro pode aumentar a concentração de hemoglobina, a quantidade de hemácias, leucócitos e volume corpuscular médio, como também, reduzir o bom colesterol (HDL) e elevando outras taxas como a de adrenalina e aldosterona.  

E você, costuma tirar suas dúvidas quanto à realização de exames com o seu médico?