Mês da mulher: Quais os exames laboratoriais essenciais para a saúde feminina?

Tempo de leitura: 2 minutos

Mulher, você já realizou o seu check-up anual? Cuidar da saúde é um ato de amor próprio que pode ajudar a evitar sérios problemas futuros. Por isso, reunimos aqui nesse texto alguns exames laboratoriais fundamentais na sua rotina de cuidados. Continue a leitura e descubra como você pode estar sempre em dias com você mesma!

 

Saúde da mulher: a importância de mantê-la em dias!

Cuidar da saúde é essencial para uma boa qualidade de vida independente de idade, sexo, classe social, dentre outros. Mas aproveitamos o mês da mulher para ressaltar a importância dos cuidados específicos na saúde delas para uma vida com muito mais alegria.

Além de serem essenciais para a manutenção da saúde, também pode ajudar no diagnóstico precoce de diversas doenças. Isso pode fazer a diferença nas possibilidades de cura e em um tratamento menos agressivo, dependendo do problema.

Alguns exames laboratoriais são essenciais para essa manutenção da saúde de forma periódica, em especial, quando a mulher possui mais de 35 anos de idade, como:

Hemograma completo: o hemograma analisa as três principais linhagens de células do organismo que são: os glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Através do exame é possível avaliar se as taxas desses componentes estão normais. É um dos exames mais básicos solicitados pelos médicos, mas que é essencial.

Glicemia de jejum: Exame simples e bastante happy wheels demo útil para indicar o diabetes e alterações nos níveis de glicose no sangue. Também é bastante realizado para o controle dos que já possuem a doença.

Colesterol e Triglicérides: Exame básico que avalia os níveis de gordura no sangue.

Ureia e Creatinina: Pode ajudar a identificar alterações nos rins;

TGO e TGP: Pode ajudar a identificar alterações no fígado, além de também poder sinalizar outros problemas de saúde como doenças celíacas, pancreatite, dentre outras.

TSH e T4 Livre: Quantifica os hormônios produzidos pela glândula tireoide, podendo identificar alterações que precisam de atenção especial.

Ácido Úrico: Quantifica a presença da substância no organismo. Quando em excesso, os seus cristais podem se acumular em uma determinada região, podendo causar cálculos renais, gota, dentre outros.

Exames hormonais especialmente para a saúde feminina:

FSH (Hormônio Folículo Estimulante), LH (Hormônio Luteinizante) e Estradiol: São essenciais para avaliar a fertilidade da mulher. Alterações nas suas taxas indicam algum distúrbio relacionado à produção dos mesmos, e também pode revelar a reserva ovariana da mulher.

Progesterona: Bastante importante também na verificação da infertilidade feminina.

Prolactina: Hormônio que tem como principal função a estimulação da produção de leite materno. Quando associado ao TSH pode ajudar no entendimento de ciclos irregulares.

Sempre recomendamos a visita ao médico para que ele avalie o seu caso específico de forma mais precisa. Cuidar da saúde é essencial para ter mais qualidade de vida!

Leave a Reply