Conheça o projeto Capoeira no CEIR, apoiado pelo Laboratório Bioanálise

 

Promover ações de responsabilidade social, integrando o ser humano à sociedade, cultura, esporte e lazer sempre foi uma diretriz nossa. Um dos casos de sucesso é o projeto Capoeira do CEIR, que beneficia mais de 40 crianças e adolescentes com algum tipo deficiência e é apoiado pelo Laboratório Bioanálise desde 2012.

 

122

Professor Childerico com alunos e mãe de uma das crianças

 

O projeto foi criado em 2008 pelo professor Childerico Robson, que sempre teve afinidade com pessoas com deficiência e possui uma didática muito própria de ensino.

 

“Nosso principal direcionamento é transmitir para os alunos aspectos positivos, é reabilitar vidas, não só das crianças e adolescentes mas também dos pais”, disse o professor Childerico.

 

O intuito do projeto é de total inclusão, não diferenciando ninguém no momento das atividades. A capoeira é a mesma praticada por pessoas sem deficiência, com níveis de maturidade e cordas, música, instrumentos musicais e movimentos característicos do esporte.

 

Veja o vídeo e confira o Projeto Capoeira no CEIR em ação.

 

 

“Focamos também na evolução motora dos alunos, muitos hoje já fazem movimentos que antes nem sonhavam em conseguir realizar como agachar, chutar, levantar, pular…”, afirmou com orgulho o professor Childerico.

 

Mas a graduação, ou mudança de nível, depende apenas do esforço do aluno e dos pais. Controle de faltas, tempo dedicado nas aulas e disposição em fazer parte do grupo contam muito mais que apenas uma simples avaliação motora.

 

28

 

O envolvimento ativo dos pais nas atividades faz toda a diferença, assim os alunos se sentem mais a vontade para cantar, tocar os instrumentos e se movimentar livremente pela quadra de esportes.

 

29

 

As aulas acontecem toda sexta-feira a partir das 10h20 no CEIR – Centro Integrado de Reabilitação, mas o centro está aberto de segunda a sexta para atendimento. Conheça mais sobre o projeto Capoeira do CEIR no blog do professor Childerico http://childericorobson.blogspot.com.br/.

 

“Lembro-me do dia em que vi pela primeira vez a apresentação das crianças no Complexo Cultural da Ponte Estaiada. Dali, surgiu a vontade de realizar ações de responsabilidade social em parceria com o Centro Integrado de Reabilitação, onde o Laboratório Bioanálise acredita na  reintegração social de crianças que utilizam o esporte como alternativa para superar desafios e vencer a deficiência”, afirma Sylvio Colona Romano, Presidente do Laboratório Bioanálise.

 

O Laboratório Bioanálise tem entre suas diretrizes de responsabilidade social apoiar pessoas que fazem a diferença, que afetam de modo positivo a vida de outras pessoas, tanto mais a de crianças. Somos uma empresa amiga da criança, certificada pela Fundação Abrinq, e lutamos pela melhoria das condições de vida e contra o trabalho infantil.

 

 

1-850x501

22

23

24

25

26

27

30

32