Tem como prevenir o câncer de próstata?

Tempo de leitura: 2 minutos

Homem também tem que cuidar da saúde! 

 

É muito provável que você já tenha ouvido falar na campanha Novembro Azul, que tem por objetivo conscientizar a população, em especial, os homens para os cuidados com relação à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. 

 

Apesar de ser o segundo tipo de câncer mais frequente na população masculina, muitos homens ainda tem vergonha de falar sobre o assunto. Ou ainda pior, muitos não procuram ajuda médica por medo de constrangimentos, o que pode contribuir para que a doença progrida. 

 

Além disso, de forma geral, o câncer de próstata tem o seu início e desenvolvimento assintomático, ou seja, não apresenta sintoma algum. Ou os sintomas podem ser bem parecidos com os do crescimento benigno da próstata, o que pode dificultar ainda mais o diagnóstico. 

 

Mas, antes de falar sobre as formas de prevenção, vamos falar sobre fatores de risco para a doença, visto que saber sobre eles já podem nos dar uma ideia do que fazer ou não a fim de evitar a doença. Alguns fatores de risco são: 

 

– Idade a partir dos 50 anos; 

– Histórico familiar; 

– Vida sedentária; 

– Fumo;  

– Excesso de peso; 

– Exposições a aminas aromáticas (comuns nas indústrias químicas, mecânica e de transformação de alumínio); arsênio, fuligem e dioxinas. 

 

A partir desses fatores, como os homens podem cuidar da saúde e assim evitar a doença? Algumas formas são: 

 

– Elimine maus hábitos como o fumo e excesso de bebidas alcoólicas; 

– Tenha uma alimentação saudável, rica em frutas, verduras, cereais, legumes e grãos; 

– Fazer diariamente, no mínimo, 30 minutos de atividades físicas; 

– Manter o peso adequado à sua altura; 

 

Uma forma de também estar sempre sabendo sobre a saúde da sua próstata é o exame de PSA, que é um exame de sangue onde será medida a quantidade do Antígeno Prostático Específico (PSA) que é uma proteína produzida pela glândula. 

 

Quando os resultados do exame de PSA estão alterados, pode indicar câncer ou outras doenças benignas da próstata. Quando isso acontece, é necessário outros exames complementares para o diagnóstico mais preciso. 

 

E você, já fez o seu check-up desse ano? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *