Saiba o que fazer para evitar a desidratação

Tempo de leitura: 2 minutos

Mais da metade do corpo humano é constituído por água, substância essencial para a manutenção da vida. Por isso, manter-se sempre hidratado é garantia para uma vida repleta de saúde e bem-estar. Os cuidados com a hidratação do corpo devem acontecer a todo tempo, principalmente, no período do verão, em que a temperatura sobe e há uma perda maior de suor. Continue a leitura e descubra o que fazer para evitar a desidratação!

 

O que é a desidratação e o que fazer para evitá-la?

A desidratação é caracterizada pela perda excessiva e não reposta de água e sais minerais, ou seja, o corpo perde muitos nutrientes que não são devolvidos. A água é perdida por meio do suor, respiração, fezes, lágrimas e urina, como há a perda da água por esses meios, é necessário repô-la para manter o organismo funcionando adequadamente.

A desidratação surge quando a água não é restituída ao organismo, provocando, assim, sintomas como irritação, urina escura, sede, tonturas, boca seca, sonolência, pele seca, dor de cabeça ou aumento da frequência cardíaca. A cor escura da urina é um sintoma de desidratação, já a urina clara indica que o corpo está hidratado.

Para evitar os casos de desidratação, que podem ser de grau leve a grave, é necessário ingerir água ao longo do dia, principalmente no período de calor. Beber água, sucos naturais, água de coco, manter uma alimentação com frutas e legumes, beber água antes, durante e depois das atividades físicas e usar roupas leves no verão são as recomendações para evitar a desidratação.

 

Causas

Temperaturas altas fazem com que o corpo perca mais suor e eletrólitos, como sódio e potássio, favorecendo, assim, o surgimento da desidratação. Doenças como diabetes, febre, diarreia, ingestão de medicamentos e queimaduras profundas também são causadoras da desidratação.

Os idosos e as crianças fazem parte dos grupos que requerem maior atenção, por isso, é importante ter sempre um adulto acompanhando-os, permitindo que eles mantenham uma ingestão diária de água suficiente para a manutenção da saúde.

 

Identificação da desidratação

A desidratação é identificada a partir do surgimento dos sintomas apresentados acima, exames de sangue e de urina também determinam o nível e as causas da desidratação. O tratamento da desidratação consiste no aumento da quantidade de água ingerida por dia, no tratamento de enfermidades causadoras (como vômitos e diarreias), na reposição de líquidos por meio da veia ou na ingestão de soro caseiro. Em caso de desidratação, procure o seu médico!

 

Qual a quantidade de água que você já bebeu hoje? Mantenha-se hidratado, deixe uma garrafa de água perto de você ou coloque alarmes no celular como lembrete!

Gostou do texto? Então, compartilhe-o com seus amigos e aproveite para deixar o seu comentário abaixo. Cuide-se!